Para os Profissionais

Audiência Teleodontologia

Diretoria da SBDOF tem audiência com a Deputada Patricia Ferraz e debate projeto da teleodontologia

A sociedade apoia o início da teleodontologia com o objetivo de operacionalizar as medidas de enfrentamento da pandemia
 
A Sociedade Brasileira de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (SBDOF) esteve em audiência online, no dia 04/05, com a Deputada Federal Patricia Ferraz (PODE/AP), para discutir o projeto de lei (PL 1253/20), de autoria da própria Deputada e que aguarda votação na Câmara dos Deputados. Frente a pandemia mundial, a área da saúde vem se mobilizando e buscando novas formas de estar presente na vida da população, de uma forma que não interfira no enfrentamento da pandemia e não coloque o profissional e o paciente em situações de risco.
 
O PL 1253/20, apresentado no último dia 30/03, propõe o atendimento odontológico telepresencial, de forma excepcional e temporária. As ações propostas pela teleodontologia podem contemplar desde o atendimento pré-clínico até o suporte assistencial, de consulta, monitoramento e diagnóstico, utilizando a tecnologia da informação e comunicação, tanto para atendimentos no SUS quanto para a saúde suplementar e privada.
 
Durante o encontro, a Deputada destacou que tem trabalhado junto à Líderes partidários a apresentação de um Requerimento de Urgência para que o Projeto seja apreciado diretamente em Plenário. Ainda segundo ela, o Presidente da Casa, Deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), também foi informado sobre a relevância da proposta e deverá publicar o seu despacho nos próximos dias.
 
"A SBDOF decidiu apoiar o projeto por entender que ele oferecerá benefícios aos pacientes, principalmente, àqueles que sofrem de dores crônicas como DTM e DOF. Apesar de ser um projeto feito para a Odontologia no geral, a Sociedade se dispôs a se inteirar do assunto para entender como a especialidade em Dor e DTM pode atuar de maneira online, aconselhando e mesmo instruindo os pacientes com dor orofacial no cenário atual do país. “O tema discutido trata-se de uma pauta importante que deve ser levada a diante e discutida permanentemente com a classe odontológica em geral”, afirma o presidente, Paulo Cunali. 


 
 
« Voltar